Patrocínio:



Apoio:

SUS Ministério da Saúde SBN SBC DHA anad





Vida Saudável - Atualidades




10 aspectos relevantes da dieta Dash

Por: Marcia Gowdak – Diretora do Departamento de Nutrição da SBH

1. O que é a dieta Dash?
A dieta Dash é um padrão alimentar saudável criado por cientistas norte-americanos na década de 90 para ser testada em indivíduos diagnosticados com hipertensão (pressão alta). O resultado da adoção dessa dieta, que inclui a ingestão de frutas e outros alimentos no dia a dia dos participantes da pesquisa foi a diminuição da pressão arterial, mesmo sem a perda de peso ou a redução da ingestão de sal.

2. O que faz da Dash uma dieta tão especial?
A dieta DASH é caracterizada pela adoção de um hábito alimentar com quantidades elevadas de frutas e vegetais, elevado consumo de cálcio (leite e derivados), além de um consumo reduzido de gordura saturada. Com essas características, esse estilo de dieta é bastante eficaz na prevenção e tratamento das doenças cardiovasculares, principal causa de morte no Brasil e no mundo.

3. A dieta Dash é fácil de ser seguida?
Você não precisa seguir completamente a dieta DASH para alcançar alguns dos seus benefícios. A grande novidade desta dieta no meio científico foi perceber que diminuir a quantidade de sódio (sal) na alimentação não deve ser o principal “foco de ataque” contra a hipertensão e outras doenças cardiovasculares. O simples ato de aumentar o consumo de frutas e vegetais na alimentação diária pode diminuir de forma significativa a pressão arterial.

4. A dieta Dash é considerada mais saudável do que a Mediterrânea?
As pesquisas mostram que a Dieta Dash e a Dieta do Mediterrâneo são igualmente eficazes na prevenção e tratamento de várias doenças, além das cardiovasculares. A diferença entre elas é que a dieta Dash é caracterizada pelo consumo reduzido de gorduras em geral, com foco na saturada. Ao contrário, na Dieta do Mediterrâneo, o consumo de gordura, principalmente monoinsaturada, é priorizado. O principal alimento fonte desta gordura na dieta do Mediterrâneo é o azeite de oliva.

5. Além de ser indicada para os hipertensos, a dieta DASH ajuda a perder peso?
Originalmente a dieta DASH foi testada para mostrar que melhorar a qualidade da dieta sem perder peso e sem diminuir o consumo de sal diminui a pressão arterial, ou seja, o seu benefício é independente da perda de peso. Em alguns casos de mau hábito alimentar, a perda de peso pode acontecer naturalmente com essa dieta, já que ela proporciona mais saciedade por ter elevada quantidade de fibras e por sua grande variedade. A restrição calórica, no entanto, pode ser necessária para alguns indivíduos com sobrepeso ou obesidade.

6. Existe alguma contraindicação à dieta DASH?
Em alguns casos, como em indivíduos com insuficiência renal, a quantidade de alguns nutrientes deve ser limitada por causa da doença.

7. Por quanto tempo a dieta DASH pode ser seguida?
A dieta DASH é vista como um padrão alimentar que faz parte de um estilo de vida saudável. A ideia é que alguns princípios como o aumento do consumo de fibras, vegetais, aumento do consumo de cálcio e diminuição da gordura saturada sejam mantidos para o resto da vida. Dessa forma, ela pode ser adotada para a vida toda.

8. Quais são os alimentos proibidos na dieta DASH?
Os alimentos que são restritos na dieta são os açúcares e as gorduras 9. Quais são os alimentos liberados na dieta DASH? Os alimentos que devem fazer parte da dieta são os laticínios magros, além das frutas e verduras.

10. É uma dieta que estimula a prática de atividade física?
Originalmente não, pois a dieta foi testada isoladamente, sem outros “fatores de confusão”, como chamamos em pesquisas clínicas. Atualmente, com a realização de outros estudos com a dieta Dash, sabemos que se houver redução de calorias, do consumo de sal e a inclusão da pratica de atividade física, seu efeito é potencializado. A prática atual, portanto, é prescrever a dieta juntamente com outros fatores de proteção cardiovascular.








Veja também:






Acesse o site da SBH no celular





10 aspectos relevantes da dieta Dash
Destaque
Entrevista para Rede Vida com Dr. Francisco Habermann.